Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Defensoria Pública realiza visita ao Loteamento Campo Grande, em Porto Alegre
RSS
A A A
Publicação:

Defensoria Pública realiza visita ao Loteamento Campo Grande, em Porto Alegre

Defensoria Pública realiza visita ao Loteamento Campo Grande, em Porto Alegre
Defensoria Pública realiza visita ao Loteamento Campo Grande, em Porto Alegre - Foto: Victória Netto / Ascom DPERS

Porto Alegre (RS) – Atendendo o convite dos líderes da Ocupação Campo Grande, em Porto Alegre, a Dirigente do Núcleo de Defesa Agrária e Moradia (NUDEAM), Defensora Pública Isabel Rodrigues Wexel, e membros do Núcleo, visitaram o Loteamento na última segunda-feira (05) para verificar as principais demandas da comunidade.

A Defensoria foi recebida por moradores na igreja do Loteamento, local em que os residentes se reúnem. Acompanhada de alguns líderes, Isabel conheceu o Posto de Saúde, que atende os ocupantes do Loteamento, após a entrega das Declarações de Residências fornecidas pela Defensoria Pública. A Defensora também visitou a Escola Municipal de Ensino Fundamental Timbaúva, frequentada pelas crianças do Loteamento, conversou com alunos e parabenizou funcionários pelo serviço prestado à população.

Durante o trajeto, Isabel foi apresentada à comunidade e ouviu sobre a história dos moradores do Loteamento, que hoje conta com 49 famílias cadastradas pelo Departamento Municipal de Habitação (DEMHAB). Os moradores relataram o projeto de implantação de uma horta comunitária no local, que aos poucos começa a tomar forma, e discutiram a possibilidade de realizar feiras orgânicas.

Um dos coordenadores da Associação Loteamento Campo Grande Lucio Marlon Leal Teixeira, comentou sobre a importância de a Defensoria visitar o local: “É importante porque é uma parceria. “A partir da Defensoria as portas começaram a se abrir, conseguimos acesso ao Posto de Saúde e agora aos Comprovantes de Residência, que são importantes para a permanência das pessoas nesta área. Na Defensoria existe a luta pela moradia”, declarou Marlon.

Isabel mostrou-se encantada com a organização do local e com a receptividade da comunidade. “Senti que eles estão felizes no local, construíram vínculos, estão organizados e tudo flui quando há uma liderança que busca o diálogo. É muito gratificante ser dirigente de um Núcleo que envolve questões tão sensíveis e que enxergam a Defensoria Pública como uma mão amiga”, concluiu.

Confira mais fotos clicando aqui.


Texto: Victória Netto/AscomDPERS
Defensoria Pública do RS
Assessoria de Comunicação Social
http://www.defensoria.rs.def.br/
Twitter: @_defensoriaRS
Facebook.com/defensoriars

Endereço da página:
Copiar