Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Dirigente do NUDDH palestra no Fórum Social Mundial 2019
RSS
A A A
Publicação:

Dirigente do NUDDH palestra no Fórum Social Mundial 2019

Porto Alegre (RS) – O dirigente do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (NUDDH/DPERS), defensor público Mário Silveira Rosa Rheingantz, foi um dos palestrantes do Fórum Social Mundial da População Idos
Dirigente do NUDDH palestra no Fórum Social Mundial 2019 - Foto: Camila Schäfer / Ascom DPERS

Porto Alegre (RS) – O dirigente do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Sul (NUDDH/DPERS), defensor público Mário Silveira Rosa Rheingantz, foi um dos palestrantes do Fórum Social Mundial da População Idosa, Pessoas com Deficiência e Diversidades, na última quarta-feira (30). Abordando os direitos das pessoas idosas, o defensor contextualizou os movimentos cíclicos de avanço e retrocesso de direitos e esclareceu as intenções que estão por trás de alguns discursos que circulam especialmente nas redes sociais.

De acordo com Rheingantz, o ataque a movimentos sociais e públicos vulneráveis (como mulheres, negros e LGBTs) e os discursos atuais de negação da intelectualidade e combate à ideologia têm por trás a intenção clara de retirar direitos, o que afetaria também os idosos, direta ou indiretamente. “Nesses discursos, fala-se como se houvesse excesso de direitos no Brasil e sabemos que não é essa a realidade do nosso país.” Segundo ele, ao longo da história os direitos não foram dados, mas conquistados com muita luta, em momentos de avanço, mas também de retrocessos. O defensor detalhou ainda os direitos individuais (como o direito à vida e a liberdade de expressão) e prestacionais (garantidos pelo Estado, como o direito à educação, à saúde, à assistência e previdência social) garantidos pela legislação e a importância de os cidadãos estarem atentos às possíveis mudanças que podem ocorrer nos próximos anos. “Nosso dever é lutar pela manutenção desses direitos”, finalizou.

O Fórum Social Mundial da População Idosa, Pessoas com Deficiência e Diversidades foi realizado entre os dias 28 de janeiro e 1º de fevereiro.

 

Texto: Camila Schäfer/Ascom DPERS
Defensoria Pública do RS
Assessoria de Comunicação Social
imprensa@defensoria.rs.def.br
www.defensoria.rs.def.br
Twitter: @_defensoriaRS
Facebook.com/defensoriars

Endereço da página:
Copiar